Ribeirão Preto

Centro velho Ribeirão Preto, Vista a partir da Jerônimo Gonçalves. foto: Jefferson Barcellos

Centro velho Ribeirão Preto, Vista a partir da Jerônimo Gonçalves. foto: Jefferson Barcellos

Ribeirão Preto é um município brasileiro no interior do estado de São Paulo, Região Sudeste do país. Pertence à Mesorregião e Microrregião de Ribeirão Preto, localizando-se a noroeste da capital do estado, distando desta cerca de 310 km. Ocupa uma área de 650,366 km², sendo que 127,309 km² estão em perímetro urbano e os 523,051 km² restantes constituem a zona rural.9 Em 2013 sua população foi estimada pelo IBGE em 649 556 habitantes, o município foi o que mais cresceu entre as maiores cidades do Estado de São Paulo. A população ribeirão-pretana foi a terceira que mais evoluiu entre os 30 maiores municípios do Brasil, sendo superada apenas por Salvador e Manaus.

A sede tem uma temperatura média anual de 23,2°C e na vegetação original do município predomina a mata Atlântica. Com 99,7% de seus habitantes vivendo na zona urbana, o município contava em 2009 com 319 estabelecimentos de saúde. O seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,800, considerando-se assim como elevado em relação ao país, sendo o vigésemo segundo maior do estado.12 Várias rodovias ligam Ribeirão Preto a diversas cidades paulistas, tais como a Rodovia Anhanguera e a Rodovia Cândido Portinari, havendo ainda disponibilidade de ferrovias e um aeroporto, o Aeroporto Doutor Leite Lopes.

Ribeirão Preto foi fundada em 1856, sendo que a região recebia muitos mineiros que saíam de suas terras já esgotadas para a mineração e procuravam pastagens para a criação de gado. No começo do século XX a cidade passou a atrair imigrantes, que foram trabalhar na agricultura ou nas indústrias abertas na década de 1910. O café, que foi por algum tempo uma das principais fontes de renda, se desvaloriza a partir de 1929, perdendo espaço para outras culturas e principalmente para o setor industrial. Na segunda metade do século XX foram incrementados investimentos nas áreas de saúde, biotecnologia, bioenergia e tecnologia da informação, sendo declarada em 2010 como “polo tecnológico”. Essas atividades atualmente fazem com que Ribeirão Preto tenha o trigésimo primeiro maior PIB brasileiro.

Além da importância econômica ainda é um importante centro cultural de sua região. O Parque Prefeito Luiz Roberto Jábali, o Parque Maurílio Biagi e o Jardim Zoológico municipal configuram-se como importantes áreas de preservação ambiental, enquanto que a Choperia Pinguim, o Teatro Pedro II e projetos como o Núcleo de Cinema de Ribeirão Preto são relevantes pontos de visitação localizados na zona urbana, além dos eventos culturais realizados pela Secretaria Municipal de Cultura e a prefeitura, como o Agrishow e a Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto.

fonte: Prefeitura M.Ribeirão Preto

*

*

Top