ONU lança campanha contra poluição dos oceanos provocada por consumo de plástico

Reprodução da matéria publicada por: ONUBR, 24/02/2017. Link no final.

 

Por ano, mais de 8 milhões de toneladas de plástico chegam aos oceanos. É como se, a cada minuto, a carga de um caminhão de lixo cheio de plástico fosse despejada no no mar. Cerca de 90% de todo o lixo flutuando nos oceanos é plástico e, até 2050, 99% das aves marinhas terão ingerido o material.

Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (ONU Meio Ambiente) lançou a campanha #MaresLimpos para cobrar compromissos de governos, setor privado e sociedade civil.

Campanha #MaresLimpos foi lançada em evento em Bali, na Indonésia. Foto: ONU Meio Ambiente

Por ano, mais de 8 milhões de toneladas de plástico chegam aos oceanos. É como se, a cada minuto, a carga de um caminhão de lixo cheio de plástico fosse despejada no no mar. As maiores fontes desse lixo marinho são os plásticos descartáveis e as microesferas de polietileno utilizadas na produção de cosméticos.

Para reverter esse cenário, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (ONU Meio Ambiente) lançou nesta semana (23) a campanha #MaresLimpos, uma iniciativa global para cobrar do poder público e do setor privado medidas concretas contra a poluição das águas. O organismo internacional quer que compromissos sejam acordados e implementados até 2022.

Apresentado durante a Cúpula Global dos Oceanos da revista The Economist, em Bali, o projeto pede a governos que elaborem políticas para a proteção dos ecossistemas marítimos, além de solicitar a empresas que reduzam a produção de embalagens plásticas. Consumidores também são convocados a mudar o modo com descartam o lixo.

“A poluição plástica está surfando em direção às praias indonésias, assentando no fundo do mar no Pólo Norte, e subindo na cadeia alimentar até nossas mesas de jantar. Estivemos parados por tempo demais enquanto o problema só piorava. Isso tem de acabar”, alertou o diretor-executivo do ONU Meio Ambiente, Erik Solheim, durante o lançamento da campanha.

Os custos da poluição marítima por plástico são estimados em 8 bilhões de dólares anuais. Cerca de 90% de todo o lixo flutuando nos oceanos é plástico. Algumas estimativas apontam que, se não for diminuído o ritmo com que se descartam itens como garrafas plásticas, sacolas e copos depois de um único uso, até 2050, os oceanos terão mais plásticos que peixes e 99% das aves marinhas terão ingerido o material.

Um problema pouco conhecido é o uso do plástico na indústria de cosméticos, que utiliza o produto sob a forma de micropartículas na composição de cremes, pastas de dente e outras mercadorias. Estimativas indicam que 51 trilhões de partículas de plástico — 500 vezes mais que a estrelas em nossa galáxia — estejam flutuando pelos oceanos ameaçando a vida marítima.

Países, empresas e celebridades querem #MaresLimpos

Até o momento, dez países — Bélgica, Costa Rica, França, Granada, Indonésia, Noruega, Panamá, Santa Lúcia, Serra Leoa e Uruguai — já se uniram à campanha com compromissos ambiciosos para limpar seus mares. A Indonésia, por exemplo, se comprometeu a cortar 70% do lixo marinho até 2025. Já o Uruguai vai taxar sacolas plásticas descartáveis ainda este ano.

O cantor Jack Johnson apoia o ONU Meio Ambiente na luta contra a poluição marítima causada por plásticos. Foto: Acervo pessoal

“Nosso objetivo é desencorajar o uso de sacolas plásticas por meio de regulamentações, dar alternativas para trabalhadores do setor de resíduos e desenvolver planos educacionais sobre o impacto do uso de sacolas plásticas em nosso meio ambiente. Essas ações são fundamentais para alcançar o desenvolvimento sustentável”, afirmou a ministra uruguaia de Habitação, Planejamento Territorial e Meio Ambiente, Eneida de León, também presente no lançamento.

Alinhada à #MaresLimpos, a gigante da computação Dell anunciou uma iniciativa, em escala comercial, para o plástico retirado dos mares próximos ao Haiti. A empresa usará o material recuperado nas embalagens de seus produtos.

“A Dell está comprometida a utilizar sua tecnologia e expertise para trabalhar por um oceano sem plásticos”, explicou o vice-presidente de operações globais da empresa, Piyush Bhargava.

Quem também se uniu à campanha foram o cantor e compositor Jack Johnson, que também é embaixador da Boa Vontade do ONU Meio Ambiente, e o ator Adrian Grenier, conhecido por seu papeis na série “Entourage”, da HBO, e no filme “O Diabo Veste Prada” (2006).

“Optar por usar sacolas plásticas ou canudos de plástico são escolhas aparentemente insignificantes, mas que estão tendo um efeito dramático em nossos oceanos”, ressaltou Greiner, que também esteve presente no lançamento.

#CleanSeas Foto: UN Environment

“Temos o poder de provocar uma mudança efetiva. Hoje, assumo este compromisso público de fazer a minha parte em recusar plásticos descartáveis, começando pelos canudos, e também reafirmo meu comprometimento em trabalhar com líderes, como a Dell, para reduzir as embalagens plásticas”, acrescentou o ator.

 

 

 

Fonte: https://nacoesunidas.org/onu-lanca-campanha-contra-poluicao-dos-oceanos-provocada-por-consumo-de-plastico/

*

*