Impasse entre Prefeitura e Cooperativa, prejudica mais uma vez coleta de material reciclável

Impasse entre Prefeitura e Cooperativa, prejudica mais uma vez coleta de material reciclável

Impasse entre Prefeitura e Cooperativa, prejudica mais uma vez coleta de material reciclável

Mais uma vez a cooperativa que faz a coleta seletiva em São Carlos (Coopervida), está tendo problemas com a Prefeitura Municipal. Os cooperados estão há quatro meses sem receber o repasse do poder público e sem fazer retiradas (salários). Eles dependem desse dinheiro para se sustentarem e pagarem suas contas.

Impasse entre Prefeitura e Cooperativa, prejudica mais uma vez coleta de material reciclável

Além do atraso dos repasses, a cooperativa atualmente está operando com apenas um caminhão e ainda corre o risco de ter de deixar o prédio onde funciona no Jardim Ipanema. Do outro lado da moeda estão os moradores da cidade que já não sabem o que fazer com o material reciclável que separam em casa e que estavam acostumados a entregar aos coletadores.

A presidente da cooperativa, Natália Vicente, diz que o problema mais um vez é com a renovação do contrato que venceu em Agosto. Ela lamentou que nos últimos anos sempre teve problema na renovação do contrato. O trabalho na cooperativa segue, só que ninguém sabe até quando. O contrato entre Prefeitura e a cooperativa deveria ter sido renova em agosto.

Natália disse que antes do contrato vencer, procurou a Prefeitura para evitar problemas como os quem vem sendo enfrentado hoje, mas de nada adiantou. A cooperativa conta atualmente com 30 cooperados.

Outro lado – A Prefeitura de São Carlos, por meio da Secretaria de Serviços Públicos, informou que o contrato com a Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de São Carlos, a Coopervida, está em plena operação assim como a licitação para a contratação de novos caminhões para cobrir a demanda da coleta seletiva em toda a cidade. Quanto à pendência dos salários dos cooperados, informamos que o problema será sanado em breve, em vista dos bloqueios sofridos pela Prefeitura.

 

fonte: São Carlos Dia e Noite

Luze Azevedo

um Santista, vivendo e aprendendo a jogar; nem sempre ganhando; nem sempre perdendo; mas, aprendendo a jogar!

Related posts

*

*